Órgãos, Sistemas e Suas Necessidades de Nutrientes [I]

Por Paula Pedroza, médica nutróloga pós graduada em fitoterapia e nutrologia e especialista em acupuntura.

Este artigo faz parte de uma série de posts sobre principais nutrientes necessários para que o organismo funcione bem.

Introdução

Todos os dias algo sobre alimentação saudável é publicado. Sempre leva em conta a questão das calorias que influenciam o peso, mas nem sempre ressaltam que os órgãos além de energia precisam de nutrientes para funcionar bem.

Faremos comentários dos principais nutrientes necessários para que o organismo funcione bem levando em conta a influencia que tem no funcionamento das células, dos tecidos e órgãos.

Image

O que comemos pode interferir em como nos sentimos (estresse, depressão, humor), aprendemos (cognição, déficit de atenção, hiperatividade) e afetar também nossos níveis de energia (fadiga física e mental).

Vamos começar pelo grande controlador do organismo: o cérebro.

Cérebro

O cérebro corresponde a cerca de 2% peso corporal, consome 25% de oxigênio e 20% de glicose. É constituído de 60% gordura, 10 bilhões de neurônios que realiza 100 bilhões de conexões. Até mesmo durante o sono consome a energia gerada por aquilo que comemos e demanda muito mais quando estamos fazendo alguma atividade mental.

Ele precisa de muita energia para comandar todo o intricado sistema que é o organismo. Seu combustível principal (a glicose) vem dos carboidratos de onde retira a sua energia.

De que maneira o que comemos se transforma em energia?

O cérebro controla através da hipófise a liberação de insulina pelo pâncreas que é quem faz a glicose entrar nas células.

Mas tudo começa com a ingestão de alimentos que vão ser digeridos, isto é, os carboidratos vão ser quebrados em moléculas individuais de glicose para ser transportado através das paredes dos intestinos para a corrente sanguínea. Chega até o fígado, onde uma parte é armazenada em glicogênio, pronto para ser usado. Quando necessário essa glicose estocada volta para corrente sanguínea para ser levada às células que dela precisarem.

Dentro do órgão que vai utilizá-la, a glicose entra na célula e se dirige para a mitocôndria (central de energia da célula) onde é convertida através de reações químicas em unidades de energia chamada ATP. Para funcionar bem, a mitocôndria precisa de vários nutrientes:

Image

Sem uma fonte de carboidratos (de preferência complexos), do oxigênio que respiramos, e das vitaminas e minerais citados acima, a nossa produção de energia cai e as células não conseguem realizar as suas funções adequadamente. Sendo as células as formadoras dos tecidos, estes começam a apresentar dificuldades na operacionalização das suas tarefas e surgem as doenças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s