SISTEMA IMUNE: QUANDO O CORPO SE ATACA

Quando se pensa no trato gastrointestinal, pensa-se em digestão e absorção de nutrientes e eletrólitos. Contudo, em um olhar mais atento, verifica-se que ele tem uma função importantíssima de funcionar como barreira e controlar o tráfego de moléculas entre o meio ambiente e o interior do indivíduo.

Em toda a sua extensão existem células de defesa e outras com funções neurológicas e hormonais. Essa verdadeira “muralha” intestinal  controla o equilíbrio entre tolerância e imunidade para moléculas que não são próprias do nosso organismo.

leakygut

Quando a barreira é rompida, o tráfego de macromoléculas é desregulado permitindo a sua entrada para dentro do corpo. Elas ativam o sistema imune de defesa que fabrica anticorpos contra elas. Por uma desregulação do sistema de defesa em indivíduos geneticamente susceptíveis pode ocorrer a agressão desses anticorpos aos tecidos do corpo (autoanticorpos) e desencadear o aparecimento de doenças autoimunes.

A teoria atual das doenças autoimunes envolve:

  • Predisposição genética
  •  Desregulação do sistema de defesa
  • Exposições a gatilhos ambientais(alimentos,estresse mental, químicos,etc)
  •  Perda da função de barreira intestinal com passagem de macromoléculas.

Essa nova teoria sugere que há uma interação entre os genes e o meio ambiente e que as doenças autoimunes podem ser contidas se os gatilhos puderem ser bloqueados, pela recuperação da função de barreira intestinal junto com o tratamento da inflamação.

As doenças autoimunes afetam de 5-8% da população americana ficando atrás somente das doenças cardiovasculares e do câncer.

Elas podem afetar praticamente qualquer parte do corpo.

leaky gut

Tabela: Algumas doenças autoimunes

Todas as doenças autoimunes estão conectadas por um processo bioquímico central: uma resposta imune fora de controle levando a inflamação sistêmica que resulta em ataques aos nossos próprios tecidos em qualquer lugar do corpo.Tabela: Algumas doenças autoimunes

O sistema imune se constitui na nossa defesa contra o inimigo e consegue distinguir , quando saudável, entre o que é próprio do organismo e o que não faz parte dele. Quando o nosso corpo está lutando contra algo- uma infecção, uma toxina, um alérgeno, um alimento ou pelo estresse e fica confuso, ele passa a redirecionar o seu ataque hostil contra nossas articulações, cérebro, tireóide, intestino, pele, vasos ou até mesmo contra todos os tecidos do corpo.

É o que chamamos de Autoimunidade.

O equilibrio entre imunidade e tolerância é essencial para a saúde intestinal; respostas imunes inadequadas podem resultar em doenças inflamatórias.

INFLAMAÇÃO

A inflamação aparece em quase todas as doenças crônicas conhecidas- doenças cardiovasculares, câncer, diabetes, obesidade, depressão, autismo, demência além de alergias, asma, artrites e doenças autoimunes. Suprimir a inflamação com medicações sem procurar a(s) causa(s) que a gerou não é suficiente para deter a progressão dessas doenças.

Dentre as causas reais desses processos inflamatórios podemos incluir: alérgenos (alimentares, ambientais), dieta pró-inflamatória, estresse mental, toxinas ambientais e infecções dentre outras.

Se você quer esfriar a inflamação no corpo, deve-se procurar a sua origem. Em vez de combater a fumaça com medicações antiinflamatórias e imunossupressoras, devemos combater o fogo ( a origem).

A Medicina Funcional é uma forma diferente de pensar sobre as doenças e fornece um  mapa para tentarmos identificar onde o “fogo” está sendo gerado.

Os tratamentos convencionais tais como as drogas antiinflamatórias e imunossupressoras podem até ajudar inicialmente mas, a longo prazo não impedem a progressão da doença e podem acarretar sérios efeitos colaterais.

Devemos estabelecer uma ponte entre esfriar a inflamação enquanto tratamos a raiz da doença.

ALGUNS PASSOS TERAPEUTICOS

O diagrama abaixo nos mostra alguns passos importantes no auxílio aos pacientes com doenças autoimunes.

Captura de Tela 2016-11-08 às 16.58.40.png

Para atingirmos bons resultados no tratamento, utilizamos em nossa clínica a acupuntura sistêmica (com agulhas), auricular (com sementes) e a laser para controle do estresse mental.

Para combate ao estresse oxidativo, à inflamação, para o  restabelecimento da função de barreira do intestino usamos um plano alimentar individualizado e plantas medicinais [Fitoterapia] associados a suplementos alimentares tais como vitaminas, minerais, ômega 3 dentre outros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s